• SESI/MT
  • SENAI/MT
  • IEL/MT
  • Sistema FIEMT
Voltar

Exercícios em casa ajudam a fortalecer corpo e mente durante a pandemia

16/07/2020 - 09h30

Por conta do fechamento de academias e parques devido à pandemia da Covid-19, muitas pessoas procuraram maneiras de manter a rotina de exercícios ou mesmo em começar a praticá-los. Nos dois casos, profissionais da área destacam que a rotina de atividades físicas fortalece corpo e mente e que é necessário se reinventar e procurar formas de se adaptar à nova realidade.

A educadora física do Serviço Social da Indústria (Sesi) Mato Grosso, Franciela Yumi, afirma que manter-se ativo é importante e que existem algumas propostas de atividades dentro de casa que podem ser acompanhadas pela internet, já que existem muitos canais on-line com orientações neste sentido. Vale procurar atividades que proporcione prazer à pessoa.

“Em tempos de recolhimento, manter os treinos é fundamental para ocupar a mente e fortificar o sistema imunológico. Alternativas como dança, ginástica aeróbia e circuitos funcionais são bastante indicadas. Assim como atividades de fácil execução como pular corda, exercícios de força muscular, abdominais no tapete de casa e polichinelo. A dança aeróbica também é uma boa opção”.

Yumi cita ainda alongamentos, que também auxiliam e contribuem para o ganho de flexibilidade e amplitudes dos movimentos corporais. Levantar-se e sentar-se na cadeira algumas vezes seguidas, subir escadas, agachar para pegar objetos ou carregar sacolas com pouco peso. Sempre respeitando os limites do próprio corpo.

“Para as pessoas que já faziam atividades, elas podem apostar nos exercícios como flexões, agachamentos e abdominais. Já pessoas sedentárias, os circuitos são excelentes, pois proporcionam maior mobilidade, além de elevação do gasto calórico”, aponta.

Nas duas situações, segundo a educadora física, o ideal é ser acompanhado e monitorado por um profissional de educação física, já que ele proporcionará maior segurança, assim evitando lesões. “Lembrando que atualmente, devido ao isolamento social, a nossa categoria está fazendo atendimentos on-line através de vídeo chamadas”.

Atenção aos mais velhos. Por ser a faixa etária com maior risco, os idosos necessitam de mais atenção e devem ficar em casa o máximo de tempo possível. Manter o corpo ativo ajudará a ter disposição para fazer as atividades rotineiras.

Pesquisas apontando que quanto mais ativa a pessoa é fisicamente, melhor responde ao tratamento da Covid-19, caso seja infectada.

“Os exercícios tonificam a musculatura, melhora a capacidade de controle térmico corporal, melhora a capacidade cardiorrespiratória, circulatória, diminui os riscos de morte prematura, pois auxilia no controle aos níveis de glicemia, pressão arterial e obesidade. Sendo assim mais do que nunca é importante manter-se fisicamente ativo mesmo que seja dentro de casa”, finaliza.

Local adequado

O local para execução dos exercícios em casa pode ser qualquer um que tenha um espaço de aproximadamente 4 metros para pequenos deslocamentos. Na ausência de materiais, o melhor é utilizar o que a pessoa tem disponível, que é o seu próprio corpo.

Atenção aos cuidados

  • Evite atividades físicas que o corpo não esteja habituado
  • Aumentar gradativamente a intensidade das atividades físicas
  • Mantenha a rotina de atividades físicas mesmo que sejam necessárias adaptações
  • Respeite os limites do corpo
  • Mantenha-se hidratado
  • Em caso de sintomas compatíveis com infecções respiratórias, a prática de atividade física deve ser suspensa e o médico deve ser consultado.

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema FIEMT / SESI-MT - ​​Serviço Social da Indústria
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555